Tá na Ita, tá legal!

Vídeo: Homem foge de blitz e causa acidentes em Itaituba

 

Na noite de domingo (21) órgão de fiscalização do município com apoio de órgão de segurança estavam realizando as blitz de rotina no município de Itaituba, sudoeste do Pará quando um condutor de um veículo gol de cor branca, identificado com Júlio Baldez Júnior, a idade do mesmo não foi revelada. A barreira da blitz estava ocorrendo na Travessa São José com a Avenida Doutor Hugo de Mendonça.

O homem vendo que teria que parar na barreira resolveu agir de uma forma fora do padrão e ao receber a ordem de parada, resolveu agir impulsivamente e furar o bloqueio, ignorando o pedido das autoridade que ali estavam presentes.

Policias da ROCAM tentaram parar o motorista Júlio Baldez que conduzia um veículo de cor branca, mas, o mesmo não obedeceu a ordem de parada e para fugir acabou atingindo um policial da Rocam que estava em uma motocicleta utilizada para execução de serviços exclusivos da policias. O policial teve que pular da moto, porém ainda foi atingido.

Na fuga Júlio usou a Travessa Lauro Sodré pela contramão e foi então que colidiu brusca e violentamente com uma moto fan de cor vermelha que descia corretamente na via e um outra moto bis de cor cinza que estava parada e um outro carro que também estava estacionado na rua. O condutor da moto Honda Fan identificado como Calebe dos Santos, e segundo testemunhas uma criança no carona, inclusive é pessoal notar o momento que populares tiram a criança do meio da via. O condutor da moto foi conduzido para o Hospital Regional do Tapajós para uma avaliação médica mais detalhada.

 

No veículo do causador dos acidentes encontravam se mais três pessoas. Após a colisão grave o motorista foi abordado por policias que estavam na sua perseguição. Agentes do Detran também comparecerão no local para realização do teste do alcoolemia, onde foi constatado que Júlio apresentou um teor alcoólico de 0,80 mg/L.

Configura-se como crime de trânsito quando o resultado do teste do bafômetro ou do exame clínico indicar concentração igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue, ou igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar. Sendo assim, a penalidade é bem mais severa do que a prevista para a infração. As consequências são o pagamento de multa, a suspensão ou proibição para obter a permissão ou a habilitação para dirigir e detenção. O tempo de detenção pode variar de seis meses a três anos.

Resumindo:

  • Até 0,04 mg/L = condutor liberado;
  • Entre 0,05 mg/L a 0,33 mg/L = infração gravíssima;
  • Igual ou superior a 0,34 mg/L = crime de trânsito.

No caso de Júlio Baldez que foi preso e conduzido para a 19ª Seccional de Polícia Civil, além de crime de trânsito o mesmo deve responder por várias infrações e crimes, além de tentativa de homicídio.

Foto: Reprodução

Fonte: Ita Fm