Tá na Ita, tá legal!

VÍDEO: garimpo ilegal do tamanho de 67 campos de futebol é fechado em área de conservação federal na Terra do Meio, no Pará

Um garimpo ilegal do tamanho de aproximadamente 67 campos de futebol foi fechado durante uma operação federal em unidade de conservação da União em Altamira, um dos maiores municípios brasileiros e que fica no sudoeste do Pará – veja no vídeo acima. Três motores, uma escavadeira hidráulica e o local usado pelos garimpeiros foram destruídos.

“Por meio de imagens de satélites, foi constatado o aumento da atividade garimpeira. A extração de ouro era feita em 67 hectares. […] A Unidade de Conservação Riozinho do Anfrísio é localizada na Terra do Meio e integra um importante mosaico na proteção ambiental da Amazônia”, informou a Polícia Federal.

 

A ação de fiscalização para combater o garimpo ilegal ocorreu na segunda-feira (19), mas foi divulgada na tarde desta terça (20) pela Polícia Federal. Os policiais e fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) identificaram o local de extração ilegal de ouro com auxílio de helicópteros.

Não houve prisões em flagrante. Segundo o delegado da Polícia Federal que participou da fiscalização, André Veras, “quando a equipe policial chegou ao local ainda no helicóptero, diversos garimpeiros começaram a correr e adentraram nas matas ao redor”.

“Isso só demonstra a importância dos órgãos de fiscalização na região, tendo em vista que se não houver este tipo de fiscalização rotineira, esse grupo criminoso vai voltar à região, gerando todo esse impacto ambiental negativo que prejudica a população como um todo”, afirmou o delegado.

 

Máquina usada por garimpeiros de forma ilegal foi queimada pela PF e Ibama no Pará  — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Máquina usada por garimpeiros de forma ilegal foi queimada pela PF e Ibama no Pará — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Garimpo ilegal em unidade de conservação federal na Terra do Meio, no Pará   — Foto: PF/Reprodução
Garimpo ilegal em unidade de conservação federal na Terra do Meio, no Pará — Foto: PF/Reprodução

Os responsáveis por garimpos ilegais podem pegar de uma cinco anos de prisão, além de multa, entre outros danos ambientais. Exploração de minérios só pode ocorrer mediante autorização da União e em locais especificados.

Local usados em garimpo ilegal foi destruído durante fiscalização em Altamira  — Foto: Polícia Federal/Divulgação
Local usados em garimpo ilegal foi destruído durante fiscalização em Altamira — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Terra do Meio, no Pará, é alvo de garimpeiros ilegais — Foto: Juan Silva e Luisa Blanco/Arte g1
Terra do Meio, no Pará, é alvo de garimpeiros ilegais — Foto: Juan Silva e Luisa Blanco/Arte g1