Tá na Ita, tá legal!

Suspeito de estuprar duas crianças no Pará é preso em Goiás

Depois de vários dias de procura e investigações, a Polícia Civil de Redenção conseguiu localizar e prender um homem acusado de abusar sexualmente e tentar matar uma criança de apenas nove anos de idade.

Magno Silva Souza, de 23 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (7), em uma propriedade rural na cidade de Orizona, no Estado de Goiás, distante cerca de 112 quilômetros da cidade da capital Goiânia.

A prisão do suspeito foi resultado de uma operação conjunta da Superintendência Regional do Araguaia Paraense, do Núcleo de Apoio a Investigação, (Nai sul) e Delegacia Especializa no Atendimento a Criança e Adolescente, (Deaca), em cumprimento ao mandado de prisão preventiva da Justiça de Redenção.

O homem é acusado de praticar estupro de vulnerável contra duas crianças de uma mesma família. O último crime aconteceu no dia 8 de outubro deste ano.

Há dias que o suspeito vinha sendo caçado pela polícia de Redenção e região. A prisão do acusado foi resultado de uma sigilosa investigação e troca de informações entre as policiais do Estado do Pará e Goiás.

De acordo com o relato de familiares da vítima, Magno Silva, que é ex-presidiário, raptou a vítima, levando-a para uma estrada vicinal área fora da área urbana da cidade. Após praticar o estupro, o maníaco tentou matar a criança, apertando a garganta da vítima.

As suspeitas são de que o criminoso imaginou que a criança estivesse morta e a abandonou totalmente machucada às margens da estrada vicinal. A criança foi encontrada por um leiteiro que passava pela mesma estrada, no dia seguinte. Ela foi levada para o hospital e no momento, passa bem apesar de ter ficado alguns dias em estado de choque.

A polícia passou então a procurar pelo criminoso, que já havia praticado um abuso contra outra vítima pertencente à mesma família.

A avó da vítima havia denunciado esse primeiro crime, e o abusador foi preso dias depois deste fato. Segundo os relatos de familiares, o acusado havia jurado que quando saísse do presídio iria se vingar por sido delatado à polícia.

Dias após ter deixado a cadeia pública de Redenção, o acusado praticou então esse segundo crime que chocou a população devido a crueldade praticada contra a criança. O homem será transferido para o Presídio de Redenção para acertar as contas com a Justiça pelo horrendo crime.