Tá na Ita, tá legal!

Semana violenta: RN tem 7º dia de ataques a prédios públicos, comércios e veículos. Pará envia tropa para atuar em crise

Reprodução / Vídeo
Criminosos atacaram vários municípios do RN (Reprodução / Vídeo)

Municípios do Rio Grande do Norte enfrentaram novos ataques contra prédios públicos, comércios e veículos entre a noite deste domingo (19) e a madrugada desta segunda-feira (20). Esta foi a sétima noite seguida de violência no Estado, que até sábado contabilizava 259 ataques, segundo o governo. A polícia afirma que as ações criminosas são comandadas por uma facção. Pelo menos 48 cidades já foram alvos dos criminosos em uma semana, desde que o terror começou, na madrugada de terça-feira (14).

Neste domingo, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, chegou ao estado, onde declarou que o governo federal pode enviar mais 800 policiais ou “quantos o Rio Grande do Norte precisar” para auxiliar na segurança. Até o momento, 700 policiais já foram enviados para o Rio Grande do Norte, em um investimento que já ultrapassa os R$ 5,3 milhões.

Apesar do reforço, Natal e cidades do interior do estado foram atacadas neste domingo. Na capital, criminosos tentaram incendiar uma base da Polícia Militar localizada no bairro Neópolis, na Zona Sul. Na madrugada desta segunda, outro grupo jogou um coquetel molotov em um pátio do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE) de Caicó, no Seridó potiguar, onde são guardados veículos apreendidos e destinados a leilão.

Houve ainda, entre outros crimes, a tentativa de incendiar uma garagem de ônibus na Zona Leste de Natal, mas nenhum veículo foi atingido.

Pará envia tropa para atuar em crise

Foto: Carlos Tavares / Ag.Para

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), por meio da Polícia Militar, enviou no início da tarde deste domingo (19), um efetivo de 61 policiais militares para atuar no combate aos recentes ataques realizados por facções criminosas em diversas cidades do estado do Rio Grande do Norte (RN). Os agentes foram mobilizados para atuar com a Força Nacional de Segurança, sob a coordenação da Polícia Militar do RN.

Para o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, essa é uma iniciativa importante do Governo do Estado que mostra a integração entre os estados, unidos no combate à criminalidade.

Foto: Carlos Tavares / Ag.Para

“Acompanhamos o embarque de 61 policiais militares que irão auxiliar nossos irmãos do Rio Grande do Norte que necessitam desse aporte no efetivo nesse momento. O Pará, depois de já ter auxiliado Brasília em janeiro, agora no mês de março, encaminha efetivo para outra situação onde é necessário ajudar com esse reforço. Essa iniciativa é importante para que possamos manifestar a integração das unidades da federação, e mostrar para o crime organizado que o Brasil está unido contra o crime”, pontuou o titular da Segup.

Os policiais embarcados pertencem ao efetivo do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), Batalhão de Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (Rotam), unidades vinculadas ao Comando de Missões Especiais (CME) e do efetivo do 1º, 2°, 20°, 27º, 28° e 37º batalhões, unidades vinculadas ao Comando de Policiamento da Capital I (CPC I). Os agentes estão habilitados para reforçar as ações preventivas no radiopatrulhamento tático e as ações de choque ligeiro.

Foto: Carlos Tavares / Ag.Para

Fonte: O Liberal e Agência Pará