Tá na Ita, tá legal!

Sefa apreende quase 3 mil caixas de ’51’ com nota fiscal irregular

Foto: Reprodução

Fiscais de receitas da Secretaria de Estado da Fazenda, Sefa, lotados na unidade fazendária de Carajás, fronteira com o Tocantins, sudeste do Estado, tornaram a apreender, neste domingo (4), mais uma carga de bebida quente. Desta vez foram apreendidas 2.750 caixas de cachaça  transportadas com nota fiscal inidônea.

Veículo oriundo de Pirassununga, São Paulo, foi retido no posto fiscal de Jarbas Passarinho, unidade de Carajás no km 120 da Rodovia Transamazônica, a 130 km de Marabá, para fiscalização. Em dois dias foram apreendidas 9.126 caixas de vodca e cachaça.

“Ao se iniciar a fiscalização o motorista apresentou nota fiscal que tinha como remetente o estado do RJ e destino aBoa Vista, Roraima. Mas a equipe já tinha informações da Central de monitoramento de cargas em  Belém,  comprovando que a mercadoria tinha saído de Pirassununga  e tinha como destino a cidade de Belém. Existia uma segunda nota fiscal emitida para o mesmo veículo, de mesma placa e também com quantidade idêntica da bebida. Ou seja, era uma tentativa de burlar o Fisco para não pagar o imposto  estadual antecipado, que é devido em cargas de bebidas”, informou o informou o coordenador da unidade de Carajás, Gustavo Bozola.

O valor da mercadoria é de R$ 123.919,90 e foi  lavrado um  Termo de Apreensão e Depósito (TAD) no valor de R$ 99.108,16.

De acordo com o diretor de Fiscalização da Sefa, auditor fiscal de receitas estaduais Paulo Veras, a central de monitoramento de cargas permite realizar um trabalho articulado entre a Diretoria de Fiscalização e as unidades de mercadorias em trânsito, ampliando o controle de cargas que entram e saem do Pará.

Fonte: Agência Pará