Tá na Ita, tá legal!

Santarena Adriana Falconeri é única mulher a concorrer à presidência do CREA-PA

Adriana Falconeri é engenheira civil, funcionária concursada e única mulher a disputar à presidência do CREA-PA — Foto: Arquivo Pessoal
Adriana Falconeri é engenheira civil, funcionária concursada e única mulher a disputar à presidência do CREA-PA — Foto: Arquivo Pessoal

A candidata à presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará (CREA-PA), Adriana Falconeri, é a única mulher a disputar o cargo no estado. O CREA-PA é o órgão que fiscaliza o exercício das profissões da engenharia, da agronomia e das geociências.

Natural de Santarém, oeste do Pará, Adriana é engenheira civil e funcionária concursada há dez anos do Conselho e atuante na área. Disposta a concorrer ao cargo da presidência, a proposta dela é dar visibilidade e fortalecimento aos jovens profissionais no mercado de trabalho.

“Temos que trabalhar para que os profissionais sejam valorizados e isso só vai acontecer quando houver cumprimento do piso salarial para os profissionais tanto em órgãos públicos quanto privados e quando o CREA do Pará investir em cursos, inclusive EAD, para qualificar os profissionais”, destacou.

Para a candidata, o CREA-PA tem condições de aplicar de forma efetiva programas como CREA Junior, que permitem não só a qualificação dos jovens profissionais, mas o estreitamento entre eles e a sociedade.

A candidata disputa com outros dois profissionais: os engenheiros André Tavares e Rodrigues da Silva Junior. Os três preencheram os requisitos legais para a disputa ao cargo de presidente do CREA-PA.

A campanha segue até o dia 3 de novembro, data em que será realizada a eleição para escolha do novo presidente do CREA do Pará. A votação ocorrerá de forma eletrônica das 8h às 19h no site do Confea.

Fonte: G1 Santarém