Tá na Ita, tá legal!

Santarém: Polícia investiga denúncias de ameaças a ataques em escolas 

Delegado Jardel Guimarães
Delegado Jardel Guimarães (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Diante das constantes ameaças de ataques a escolas que se espalham em forma de mensagens nas redes sociais, as forças de segurança têm atuado no sentido de investigar as denúncias e tranquilizar a população.

No início da tarde desta terça-feira (11), o delegado de Polícia Civil, Superintendente Regional do Médio e Baixo Amazonas, Jardel Guimarães, esclareceu que grande parte do conteúdo compartilhado na internet é fake news (notícias falsas), entretanto, as Polícias Civil e Militar estão atentas a qualquer movimentação nas redes sociais.

“Qualquer denúncia que chegue aos órgãos de segurança, nós encaminhamos ao setor de que está averiguando esse tipo de denúncia para saber se tem cunho de veracidade ou não. O compartilhamento das mensagens falsas está deixando as pessoas em pânico, então a gente pede que as pessoas não compartilhem esse tipo de conteúdo”, disse.

A orientação é que caso alguém receba essas mensagens, procure a Polícia, porque as pessoas que compartilham esse conteúdo devem ser criminalmente responsabilizadas.

“Na semana passada nós tivemos de fato um caso em nossa cidade, identificamos que era um aluno da escola Aparecida; ele foi ouvido e responsabilizado por ato infracional. Inclusive, ele, em seu depoimento, nos disse que era uma brincadeira de mau gosto”, esclareceu o delegado.

Na manhã desta terça-feira (11), foram inúmeros os “prints” de mensagens que anunciavam onde aconteceriam os próximos ataques.

 

Um dos que mais repercutiu, afirmava que o colégio São Raimundo era o alvo; a mensagem estava ainda acompanhada de uma foto de uma pessoa com uma arma de fogo no colo.

De acordo com o delegado, a denúncia partiu da direção da escola, os órgãos de segurança foram acionados e estiveram no educandário, e ficou confirmado que não havia nenhum tipo de atentado ou violência no interior da escola.

“Estamos investigando ainda pra saber quem foi o autor dessa ‘brincadeira’ ou ‘ameaça'”, garantiu o superintendente.

Mobilização


Comandantes das Polícias Civil e Militar, o Secretário Regional de Governo, José Maria Tapajós, a Secretária Municipal de Educação (Semed), Maria José Maia, e o prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, se reuniram nesta terça-feira, para discutir o tema que tem alarmado a população em todo o país.

As rondas realizadas pela Polícia Militar nas escolas estão sendo intensificadas para evitar quaisquer episódio de violência no ambiente escolar.

Fonte: Portal da Cidade Santarém