Tá na Ita, tá legal!

Santarém – Dentista suspeito de estuprar criança em consultório já responde na Justiça pelo mesmo crime

Foto: Arquivo Pessoal

Na manhã de quarta-feira(18), a titular da Delegacia Especializada no Atendimento à  Mulher (DEAM), delegada Andreza Alves, em coletiva à imprensa falou sobre a investigação do caso de estupro de vulnerável envolvendo o dentista Wanderly Lopes de Sousa. O crime teria ocorrido em dezembro de 2022, dentro do consultório.

“Existe um inquérito policial instaurado aqui pela delegacia, na fase final na realidade. Quem está presidindo o inquérito é o delegado Alexandro Napoleão, falta apenas um interrogatório do investigado. Todas as diligências relativas a esse caso já foram feitas. Portanto, já estamos na fase final da investigação”, disse a delegada.

O estupro da menina de 12 anos teria ocorrido durante o procedimento para extrair um dente. Na ocasião, o dentista não permitiu a presença da responsável dentro da sala. No local, enquanto a paciente estava sedada ele teria se masturbado e ejaculado no rosto da criança e ainda feito a menor engolir o sêmen assim que despertou.

A vítima ao chegar em casa contou tudo para a irmã e em seguida procuraram a delegacia para denunciar o crime.

“Tudo indica de que fato isso ocorreu. Como já falei, a investigação já tá na fase final. Nós não podemos falar muito, porque é um inquérito sigiloso envolvendo menor de idade. É importante salientar que todas as providências já foram adotadas pela Delegacia da Criança e do Adolescente (Deaca)”, ressaltou a autoridade policial.

Outro crime

No ano de 2020, o dentista também novamente foi alvo de investigação no crime de violência sexual envolvendo outro menor. “Na época ele foi indiciado. Quem presidiu o inquérito foi a Delegada Raíssa Beleboni, que trabalhava na DEACA. O inquérito foi encaminhado para a Justiça e esse processo ainda está tramitando no Poder Judiciário”, destacou Andreza Alves.

Fonte: O Impacto