Tá na Ita, tá legal!

Santarém: Criança de 8 anos é atacada por pitbull em via pública no bairro Uruará

Samu encaminhou a vítima para o Pronto Socorro Municipal — Foto: Blog do Pião
Samu encaminhou a vítima para o Pronto Socorro Municipal — Foto: Blog do Pião

Na tarde deste domingo (25), uma criança de 8 anos foi vítima de um ataque de um cachorro da raça pitbull na rua Nossa Senhora da Conceição, no bairro Uruará, em Santarém, Oeste do Pará. O incidente ocorreu, enquanto a criança brincava em frente à sua residência, sendo violentamente atacada pelo animal.

O músico Dernilton Perna Palheta, pai da criança, relatou ao G1 sobre o ocorrido. Segundo ele, sua filha, Sophia Pena Palheta, que possui 8 anos e é autista, estava brincando em frente à casa quando o cachorro a atacou de maneira agressiva. Vale ressaltar que a irmã mais nova da vítima, de apenas 6 anos, também já havia sido atacada pelo mesmo cachorro anteriormente.

Dernilton Palheta, ainda de acordo com informações fornecidas, afirmou que o tutor do animal é seu sobrinho, Gilberto Ferreira, também músico. Ele já havia sido alertado sobre os riscos que o cachorro representava, porém ignorou as advertências.

Moradores locais presenciaram o ataque e, com o intuito de salvar a vida da criança, precisaram matar o animal. Testemunhas relataram que tal medida drástica foi necessária para conter a agressão.

Após o incidente, a vítima foi encaminhada para o Pronto Socorro Municipal (PSM) pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Sophia estava consciente, mas apresentava lesões na região pélvica e no glúteo direito. O enfermeiro Rodrigo Marinho, que atendeu a ocorrência pelo SAMU, informou que será necessário aplicar pontos de sutura para tratar os ferimentos da criança.

Este caso levanta questões sobre a necessidade de se tomar medidas efetivas para evitar ataques de animais perigosos e proteger a população, especialmente crianças. Além disso, destaca a importância da conscientização e responsabilidade dos tutores em relação ao comportamento e potencial agressivo de seus animais de estimação. As autoridades locais devem investigar o ocorrido e tomar providências cabíveis para evitar que situações semelhantes aconteçam no futuro.

Fonte: G1