Tá na Ita, tá legal!

Rurópolis não registra homicídios há mais de 130 dias, aponta balanço da Polícia Civil

Trabalho investigativo da Polícia Civil desvenda e dá solução aos crimes de homicídio em Rurópolis — Foto: Polícia Civil / Divulgação
Trabalho investigativo da Polícia Civil desvenda e dá solução aos crimes de homicídio em Rurópolis — Foto: Polícia Civil / Divulgação

O município de Rurópolis, no sudoeste paraense, não registra homicídios dolosos há 133 dias, de acordo com a Polícia Civil do município. Segundo o delegado titular do município Ariosnaldo Vital Filho, o último homicídio foi registrado no dia 14 de agosto, quando a autoria do crime foi desvendada e o inquérito concluído e encaminhado para a justiça após investigações.

No município de Rurópolis a parceria entre a Polícia Civil, que hoje conta com os delegados de carreira Ariosnaldo da Silva Vital Filho e Dawis Oliveira, e a Polícia Militar através da 17ª CIPM, sob o comando do Capitão Manoel Vieira, tem rendido bons frutos garantindo mais tranquilidade à população e combate efetivo à criminalidade com solução dos crimes.

“Nós realizamos muitas operações ao longo deste ano, com destaque para as operações de combate aos crimes ambientais. Tudo isso é fruto de um trabalho da polícia civil, de policiais militares, policiais rodoviários federais e conselho tutelar. A gente agradece a todas essas instituições pela atuação de todos os dias. É muito importante a gente chegar a essa marca de 133 dias sem crimes violentos no município de Rurópolis”, disse o delegado Ariosnaldo Filho.

Polícia Civil e Militar trabalham de forma integrada no combate à criminalidade em Rurópolis — Foto: Polícia Civil / Divulgação
Polícia Civil e Militar trabalham de forma integrada no combate à criminalidade em Rurópolis — Foto: Polícia Civil / Divulgação

Durante o ano de 2022, diversas operações foram realizadas pelas polícias Civil e Militar, com o objetivo de combater o tráfico de drogas, porte de arma de fogo, furtos e roubos, com destaque aos crimes ambientais e ainda prevenir conflitos agrários trazendo um saldo positivo para a segurança pública.

Na região da Transamazônica, sob a jurisdição da 15ª RISP, os municípios de Jacareacanga e Porto de Moz também estão há mais de 130 dias sem registro de crimes violentos. Jacareacanga está há 165 dias sem registro de homicídios dolosos, e Porto de Moz, há 133 dias.

Fonte: G1 Santarém