Tá na Ita, tá legal!

professora é arrastada em via pública pelo ex-marido e agredida com tapas e pontapés

A vítima sofria ameaças constante o antigo companheiro não aceitava o fim da relação 

A Polícia Civil de Alenquer Município localizado no Oeste do Pará, está investigando um caso de violência doméstica e de ameaça de morte que aconteceu na tarde de terça-feira (24), com uma professora do município. a vítima, Lana Andreya Oliveira, relatou ter vivido momentos de terror e chegou a pensar que não sairia viva das mãos do agressor, identificado como Eliocélio Monte, com quem foi casada por mais de 20 anos.

A vítima foi abordada pelo suspeito quando chegava em casa, acompanhada por um amigo a professora disse que o ex-marido teria tentado fazer uma ultrapassagem perigosa no carro do amigo, com a motocicleta que ele pilotava e pediu que ela saísse do veículo para conversar.

Sob ameaça de morte, a professora saiu do carro, momento em que Eliocélio Monte passou a agredi-la. Ele ainda a arrastou por mais de 200 metros e a forçou a entrar na casa dele. Já dentro da residência, os momentos foram de pânico para a vítima, que foi agredida novamente de forma violenta. Ela relata também que Eliocélio teria tentado estrangular ela após conseguir se desvencilhar do agressor, Lana Andreya foi socorrida pela mãe dela e o irmão.

Lana Andreya informou que decidiu separar depois de viver um casamento tóxico por mais de 20 anos no início, a separação foi aceita pelo companheiro, mas depois tudo mudou e ele passou a persegui-la.
Devido às constantes ameaças, a professora decidiu pedir uma medida protetiva que segundo ela, foi quebrada por Eliocéliio. O caso de agressão e ameaça foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Alenquer.

 

Fonte: G1 Santarém
Foto: Internet
Por: Ramilso Santos