Tá na Ita, tá legal!

Policial Penal mata ex-companheira e um Soldado da Policia Militar durante festa em seguida foi morto na troca de tiros com uma guarnição do 13º BPM

O crime aconteceu na madrugada de sábado (4), durante uma festa realizada em uma boate de Tucuruí, no sudeste do Pará, o autor é um policial penal, identificado como Jonathan Brandão de Oliveira que morreu logo em seguida após trocar tiros com a polícia.
O caso teria sido motivado por ciúme já que a atual companheira era ex-mulher do Policial Penal.
Jonathan estava de folga e viu a ex-companheira junto de Eduardo em uma casa noturna, por volta das 5h. O agente penal teria atirado no casal, matado os dois e fugido, O PM assassinado era lotado na 16ª Companhia Independente de Polícia Militar (16ª CIPM), em Anapu, no sudoeste do Estado, mas morava em Tucuruí.

O 13º Batalhão de Polícia Militar (13º BPM), responsável pelo policiamento no município, foi acionado ao caso e começou a procura pelo policial penal, e ao encontrar Jonathan teria uma troca de tiros com uma guarnição da Policia Militar e o Policial Penal foi baleado logo em seguida, que não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. Veja o vídeo!

Nas redes sociais, áudios estão divulgados e um deles confirma a versão dada pela Policia Militar.
“O Jonathan matou a ex-mulher e um policial militar e foi embora. A Polícia Militar foi atrás e ele sacou a arma para atirar na Polícia Militar mataram ele” disse um homem.
Em um outro áudio diz o seguinte “O policial Penal matou um casal agora pouco na boate na hora dos tiros as pessoas correram pra fora, ele deu sete (7) tiros, foi coisa de louco, depois que atirou no casal, as pessoas queria linchar ele, mas ele ainda estava com a arma na mão”

 

Edição de texto: Ramilso Santos
Foto: Redes Sociais