Tá na Ita, tá legal!

Polícia prende homem acusado de torturar família no Pará

Reprodução

Um pai que torturava sua própria filha e vários familiares. Essa é a principal suspeita que fez uma equipe da Polícia Civil instaurar um inquérito policial, investigando e prendendo um indivíduo neste domingo (19), na zona rural de Anajás, no rio Mocoões.

De acordo com a investigação, há indícios de que o homem cometia diversos crimes contra seus familiares, principalmente à ex-companheira e os filhos.

As vítimas relataram diversas ameaças e agressões sofridas. Um destes relatos narra os crimes cometidos contra sua própria filha, menor de treze anos, impedindo-a de frequentar a escola, submetendo-lhe a castigos físicos com a utilização de um pedaço de madeira e obrigando-a a trabalhar na extração de açaí.

Segundo o delegado titular Luciano Batista da Silva Júnior, a situação deplorável de extremo sofrimento a qual as vítimas eram submetidas, principalmente a filha, incide no crime de tortura (art. 1• inciso II da Lei n. 9455/97).

“O inquérito foi instalado há alguns dias. Há indícios nos autos de diversos crimes, como ameaça, agressões das mais diversas e sem contar o crime de tortura cometido contra sua própria filha, menor de 13 anos”, diz o delegado.

A equipe da Policial Civil representou pela prisão ao Poder Judiciário, o que foi deferido no sábado (18). Munida do Mandado de Prisão, neste domingo de carnaval (19). A Polícia Civil de Anajás conseguiu prender o suspeito dentro de sua residência, o conduzindo para a delegacia de polícia do município.

Fonte: O Liberal