Tá na Ita, tá legal!

PMs são presos por assalto e cárcere privado no nordeste do Pará

 

Dois policiais militares identificados como José Paulo Vilhena Pereira, cabo, e Gabriel Salgado de Oliveira, soldado, foram presos na última terça-feira (12). Eles são suspeitos de participar do assalto e cárcere privado de um empresário e seus familiares, em Oeiras do Pará, nordeste paraense. O crime ocorreu na última quarta-feira (6). As prisões ocorreram em Oeiras e Belém, como resultado de uma operação entre a Polícia Civil do Pará e a Corregedoria da Polícia Militar. A polícia não forneceu detalhes sobre a dinâmica dos crimes.

 

Em nota enviada nesta quarta-feira (13) à imprensa, a Polícia Civil confirmou que “dois policiais militares foram presos em Oeiras do Pará, suspeitos das práticas de extorsão e roubo majorado, que é quando há violência ou grave ameaça às vítimas. Os presos foram transferidos para o sistema penal e estão à disposição da Justiça. As investigações para localizar outros envolvidos no crime estão em andamento”.

 

Já a Polícia Militar comunicou que “não compactua com desvios de conduta de seus agentes e acompanha as investigações sob a responsabilidade da Polícia Civil. Um Inquérito Policial Militar (IPM) será instaurado para apurar as responsabilidades dos servidores. A Corregedoria Geral acompanha o caso”.

 

De acordo com informações policiais, as investigações apontam que os militares foram participantes ativos do ato criminoso, que causou comoção na cidade. Diligências seguem sendo realizadas na tentativa de identificar e prender outros possíveis envolvidos.

 

Fonte: O Liberal

Imagem: Reprodução/Redes Sociais