Tá na Ita, tá legal!

Pará conquista mais de 50 medalhas nas “Paralimpíadas Escolares” e garante favoritismo em SP

A delegação paraense de paratletas estudantis esta fazendo bonito na etapa nacional das “Paralimpiadas Escolares”. Nesta quinta-feira (24), a equipe paraense já somava 50 medalhas conquistas em atletismo, natação, tênis em cadeira de rodas, bocha e badminton. Destas, pelo menos 20 são de ouro. O resultado final será divulgado no encerramento da competição nesta sexta-feira(25).

De Barcarena, Gleiceane Reis, de 17 anos, venceu o Estado do Paraná na disputa do Bedminton. O primeiro ouro paralímpico da barcarenense e o último jogo da sua carreira na categoria estudantil. “Eu estou muito feliz. Não é fácil jogar, pois é muito cansativo. Eu comecei a jogar há cerca de 5 anos, mas é a minha primeira medalha de ouro. Eu já participei de outras competições. Foi um processo de aprendizado gradativo, mas que valeu muito a pena”, disse emocionada.

A Delegação estudantil paraense, coordenada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), é a segunda maior do Brasil com 168 integrantes, sendo 120 paratletas que irão competir em 11 modalidades, como futebol, parabadminton. O evento é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Este ano, as competições ocorrerão entre os dias 23 e 25 de novembro (quarta a sexta-feira) e vão reunir cerca de 1.300 atletas. O evento terá atletas oriundos de 26 das 27 unidades federativas – a exceção é o Piauí.

O coordenador do Núcleo de Esporte da Lazer da Seduc (NEL) e chefe da Delegação paraense, Marcley Lima, diz que “o número de medalhas será maior que as conquistas em 2021. Essas conquistas são resultado de todo o investimento do Governo do Estado na base, diretamente nos municípios desses jovens”, pontou o coordenador.

Com a visão 100% prejudicada, Gabriel Vitor Gomes, compete no arremesso de peso e deve  voltar para casa com, no mínimo, duas medalhas, no qual oferece para sua mãe. “Eu agradeço por todo o esforço que a minha mãe faz por mim. Não é tão simples e ela precisa confirmar em mim , acreditar no meu potencial. Sem ela, talvez, eu não teria confiança de estar aqui hoje”, finalizou o paratleta.

Paralimpíadas 2023 – Em agosto de 2023, Belém será sede Norte e Nordeste das Paralimpíadas Escolares 2023. O anúncio foi feito pelo Comitê Paralímpico Brasileiro durante reunião com os representantes das delegações, na terça-feira (22), em São Paulo.
De acordo com a organização do CPB, o Pará foi escolhido devido ao seu destaque na última competição. O Estado conquistou o primeiro lugar na Regional Norte e Nordeste em agosto, na cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte. Foram mais de 150 medalhas conquistadas nas provas de atletismo, natação e bocha.

Fonte: Agência Pará