Tá na Ita, tá legal!

Palmeiras joga mal mas segura empate contra Boca Juniors na Argentina

O Palmeiras não teve sua atuação mais brilhante, mas foi eficiente ao segurar o empate em 0 a 0 contra o Boca Juniors na temida e pulsante Bombonera, nesta quinta-feira (28), pelo jogo de ida da semifinal da Copa Libertadores.

Com o resultado, o confronto fica totalmente aberto para a partida de volta, na próxima quinta (5), no Allianz Parque, onde o Palmeiras venceu 20 vezes (71%) e perdeu apenas duas em 28 jogos nesta temporada.

 

Em caso de novo empate, a decisão vai para os pênaltis. E, quem vencer, estará em mais uma final de Libertadores. Na outra semifinal, estão Internacional e Fluminense, que empataram em 2 a 2 no jogo de ida, no Maracanã.

O primeiro tempo foi de domínio do Boca Juniors, com maior volume de jogo, mais chances criadas, mas pontaria ruim. Os donos da casa tiveram 11 finalizações contra duas dos visitantes, que deixaram o estádio em Buenos Aires “no lucro”.

Abel Ferreira levou o Palmeiras a campo com um esquema de 4-4-2 poucas vezes utilizado. Artur e Rony dividam as funções no ataque, alinhados como dupla, enquanto Mayke e Raphael Veiga faziam o meio-campo.

A nova movimentação confundiu os jogadores do Boca Juniors no início, e aos dez minutos, Artur aproveitou lançamento longo, puxou para o meio com liberdade e finalizou com muito perigo.

O Boca respondeu em duas oportunidades. Na primeira, aos 20 minutos, Cavani desviou cobrança de falta com a cabeça, mas não mediu a direção. Dez minutos depois, Barco desceu pela esquerda e cruzou na medida para Merentiel, que desviou com o pé direito e a bola tirou tinta da trave.

Ao final da primeira etapa, foram 11 finalizações do Boca contra apenas duas do Palmeiras, domínio da posse de bola dos donos da casa, mas pontaria ruim que não transformou as chances em gol.

Se o Palmeiras teve a primeira chance clara com Raphael Veiga aos 10 minutos de segunda etapa, quando o camisa 23 finalizou com muita força para fora, o Boca respondeu rápido.

Marcos Rocha vacilou, e o cruzamento chegou na cabeça de Fabra, que finalizou para boa defesa de Weverton. No rebote, Merentiel chegou a balançar as redes, mas a falta já estava marcada.

Aos 25, o Boca esteve, de novo, perto de abriu o placar após finalização de Barco, espalmada fraca de Weverton e disputa de bola no rebote, que quase sobrou para Cavani conferir.

Próximos compromissos

O Palmeiras muda o foco para jogar pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo (1), contra o Red Bull Bragantino, às 18h30 (de Brasília), no interior de São Paulo, em Bragança.

Já o duelo da volta contra o Boca Juniors acontece na próxima quinta-feira (3 de outubro), às 21h30 (de Brasília), no estádio do Allianz Parque, em São Paulo.

 

Fonte: CNN

Imagem: Reprodução/Conmebol