Tá na Ita, tá legal!

Padre é encontrado morto na casa paroquial com a garganta cortada

Bilha era pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida e, de acordo com nota da Diocese de Toledo (PR), “foi encontrado morto por funcionários na abertura do expediente desta segunda-feira”. A Polícia Militar e a Polícia Civil estiveram no local e o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML).

A PM confirmou ao Metrópoles o corte no pescoço do pároco e que a faca estava ao lado do corpo.

“Externamos condolências à família Bilha e à comunidade católica de Guaíra, especialmente desta paróquia, que foram surpreendidos pela triste notícia. Informamos ainda que o caso está sendo investigado pelas autoridades de segurança pública e acompanhado pela Diocese”, informa nota da diocese.

Circunstâncias

A investigação do caso continua para esclarecer as circunstâncias da morte. Imagens de câmeras de segurança serão usadas para esclarecer o caso.

O velório estava marcado para começar às 19h, junto à comunidade, na paróquia que Bilha coordenava, com realização de missa. Depois, haverá translado até a Igreja Nossa Senhora do Carmo, em Assis Chateaubriand (PR), há cerca de 110km, onde a cerimônia continua até às 15h desta terça-feira (22/11).

“Pe. José Aparecido Bilha era natural de Astorga e tinha 28 anos de sacerdócio. Cursou Filosofia, em Toledo, e Teologia no Studium Theologicum, de Curitiba, e no Instituto de Teologia Pio XII, de Londrina.

Exerceu seu ministério presbiteral em Assis Chateaubriand, Quatro Pontes, Vila Nova (Toledo), Formosa do Oeste e, desde 2020, em Guaíra. Atuou ainda nos seminários diocesanos como promotor vocacional, diretor espiritual e reitor.”, relata a nota da diocese.

Fonte: Metrópoles