Tá na Ita, tá legal!

OAB pede providências sobre advogada de 29 anos encontrada morta em Novo Progresso

Jessyka Alessandra da Conceição, 29 anos, vítima. Foto: Reprodução

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Pará, informou na manhã da última quinta-feira, 1, que oficiou e cobrou providências junto aos órgãos que compõem o Sistema de Segurança do Estado medidas para investigar a motivação do crime contra a advogada de 29 anos, Jessyka Alessandra da Conceição, em Novo Progresso, no Pará.

Segundo informações da família da advogada, a jovem estava desaparecida desde a quarta-feira, 30. Informações apontam que a mãe dela, que mora em Cuiabá, decidiu rastrear a localização do veículo da filha e pediu que um amigo de Novo Progresso a procurasse.

Jessyka foi encontrada morta dentro do próprio carro, na madrugada da quarta-feira, 31, com um tiro na cabeça. Ela é filha do empresário Jaime Conceição, proprietário do Posto de Combustível Figueiras, localizado na cidade de Santarém.

Segundo o delegado Magno Conceição, a arma utilizada no crime foi encontrada no carro e nada foi levado do veículo.

A Polícia Civil informou que não destaca a hipótese de suicídio, já que ela foi encontrada dentro do carro dela, ocupando o banco do motorista e passageiro e ao lado dela, uma pistola calibre 380. Além disso, informações dão conta e que a jovem tomava remédio para depressão, e foi encontrado ao lado do corpo o medicamento usado para tratamento de transtornos mentais, Clonazepam.

O caso segue sendo investigado pela polícia.

Fonte: Roma News