Tá na Ita, tá legal!

Mulher espancada e violentada em rua de Novo Progresso tem alta do hospital

A jovem  “Jhuliana Ketelly Mucha”, de 23 anos, brutalmente agredida na madrugada de sábado, 2 de julho de 2022, teve alta na noite deste sábado (9/07), do Hospital Municipal de Novo Progresso, onde estava internada. Ela não falou com a imprensa na saída do hospital. Conforme  informação o pai da vítima está em Novo Progresso acompanhando a recuperação da filha!

 

Juliana teve coro do cabelo arrancado (Foto: Divulgação)
Juliana teve coro do cabelo arrancado (Foto: Divulgação)

Juliana teve múltiplas fraturas na cabeça e no rosto. De acordo com médicos do hospital, serão necessários pelo menos mais seis meses e algumas intervenções cirúrgicas para que ela fique totalmente recuperada.

O agressor de Juliana “Claudionor SanDesk”, de 43 anos, continua preso em Itaituba, acusado de tentativa de feminicídio. O inquérito corre em segredo de justiça.

Fonte: Folha do Pogresso