Tá na Ita, tá legal!

Mulher é suspeita de tentar matar grávida para ficar com o bebê

À corporação a suspeita relatou que estava grávida, mas perdeu o bebê; por isso, queria uma criança para “sustentar sua mentira”. O caso ocorreu no sábado (29/4). Segundo a PM, a mulher teria armado uma emboscada para ficar com o bebê.

De acordo com a PM, a mulher chegou a abrir uma cova no quintal de casa. A vítima contou que conheceu a suspeita no dia anterior, por ligação, após a mulher oferecer doações de roupas de bebê.

Segundo a polícia, a suspeita também teria oferecido ajuda financeira e disse que pagaria uma ultrassonografia para a gestante. Na casa da mulher, a grávida teria percebido que ela estava “enrolando” e pediu para ir embora. Contudo, teria sido nesse momento que a acusada teria pegado um estilete e ameaçado matá-la.

Conforme a PM, a suspeita ameaçou a vítima, mas, em um momento de descuido, deixou a faca em cima do sofá, momento em que a grávida pegou a arma e ela começaram uma luta corporal.

Durante a briga, a grávida teria pedido à mulher que se acalmasse e falado para ela que conseguiria outro bebê para ela. Nesse momento, segundo a PM, a suspeita teria soltado o estilete e se acalmado. Foi quando a vítima saiu para a rua, e os vizinhos perceberam a briga. Imediatamente, chamaram a Polícia Militar.

A suspeita foi presa em flagrante por tentativa de homicídio. De acordo com a PM, as duas mulheres tiveram ferimentos superficiais, por causa da briga, e foram levadas ao hospital de Goianira e, depois, para a Central de Flagrantes.

Fonte: Metrópoles