Tá na Ita, tá legal!

Mulher é morta pela própria irmã após desentendimento em Medicilândia

Reprodução do site Gazeta Real
A suspeita de cometer o crime fugiu. (Reprodução do site Gazeta Real)

Um desentendimento familiar resultou em tragédia na madrugada do último domingo, 19, no município de Medicilândia, região sudoeste do Pará. Uma mulher, identificada como Katia de Jesus Araújo, morreu após ser alvo de facada desferia pela própria irmã, Cláudia de Jesus Araújo. O crime aconteceu na Vila União, km 120 da rodovia Transamazônica (BR-230).

O caso de violência foi registrado no início da madrugada, por volta de 00h30, quando as irmãs e seus companheiros bebiam em um bar, momento em que teria começado uma discussão. Durante a briga, Cláudia pegou uma faca e desferiu um golpe contra a irmã – ainda não há confirmação Katia foi atingida no pescoço ou na cabeça, mas ela não resistiu ao ferimento e veio a óbito. A suspeita, junto com seu companheiro, fugiu do local do crime e a faca utilizada não foi encontrada pelas autoridades.

Segundo informações do portal Confirma Notícia, testemunhas teriam contado à polícia que as irmãs já tinham um histórico de brigas por causa de uma suposta herança deixada pelo pai delas. No entando, o crime como um todo ainda é investigado e a redação integrada de O Liberal aguarda posicionamento oficial das polícias Militar (PM) e Civil (PC) do Pará.

Quaisquer informações que possam ajudar a localizar a suspeita e esclarecer detalhes do crime podem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia (181). A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone. Também é possível mandar fotos, vídeos, áudios e localização para a atendente virtual Iara, pelo WhatsApp (91) 98115-9181. Em ambos os casos, não é necessário se identificar.

Fonte: O Liberal