Tá na Ita, tá legal!

Mulher denuncia ex- marido por agressão e acaba presa após algazarra na delegacia de Rurópolis

Reprodução

A jovem Lays Lino, de 22 anos, acabou presa na quarta-feira (4), após invadir a delegacia de Rurópolis com visíveis sinais de embriaguez, fumar dentro do órgão público, gritar palavras desconexas e bater nas portas da sala durante o depoimento do ex-marido, Guilherme Rodrigues de Paula, a qual havia acusado por agressões praticadas no réveillon.

Inicialmente, a mulher procurou a delegacia na madrugada de segunda-feira (01),  para denunciar o ex-marido que seria ciumento. Na ocasião, contou à polícia que recebeu um tapa no rosto e que também teve uma faca esfregada em seu pescoço durante o evento festivo de virada de ano que acontecia na Praça Cívica de Rurópolis.

Ainda durante a denúncia afirmou que sofre ameaças. “Se não for pra ficar com ele, não vai ficar com mais ninguém”. Contudo, a versão apresentada tomou outros rumos com o depoimento do ex-companheiro e com a algazarra que fez na delegacia.

Guilherme Rodrigues alegou que a ex- mulher é usuária de entorpecentes e álcool, além de que, ela faz falsas acusações, mas que na realidade, ele que foi agredido fisicamente por ela com socos e tapas no ouvido. O depoente também revelou ao delegado Ariosnaldo Vital Filho, que a filha, fruto do relacionamento de 1 ano, é criada pela vó materna, e que a ex não possui a guarda da criança por já tentar tirar a vida da menor.

Lays também foi apontada por confeccionar cachimbos caseiros (foto em destaque) para usar maconha e crack, e sempre pedia à ele para comprar os entorpecentes. Após sua declaração, assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado.

A jovem recebeu voz de prisão, mas também assinou um TCO e foi colocada em liberdade. O crime de lesão corporal está sendo investigado e as possíveis falsas acusações também serão apuradas pela polícia.

(Com informações do O Impacto).