Tá na Ita, tá legal!

MP recomenda à PM dar segurança a jornalistas nas eleições

Trabalho da imprensa na cobertura das eleições corre riscos, conforme o MPPA
 Trabalho da imprensa na cobertura das eleições corre riscos, conforme o MPPA | Divulgação/TRE-MT
Nas últimas semanas, diversas demonstrações de que a polarização política vivida no Brasil reverberam em casos de violência ganharam destaque na imprensa e viraram motivo de debate sobre o assunto no meio social e jurídico.
Na esteira destes acontecimentos, o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) recomendou ao comandante-geral da Polícia Militar, José Dilson Melo de Souza, que sejam adotadas todas as medidas cabíveis no sentido de que a PM garanta a vida e a integridade física de todos os profissionais de imprensa que atuarão na cobertura jornalística das eleições no estado.

documento é assinado pelos Promotores de Justiça José Edvaldo Pereira Sales, coordenador do Núcleo Eleitoral, e Armando Brasil Teixeira, 2º promotor de Justiça Militar.

Segundo o MPPA, como a eleição é um fato que tem grande repercussão, será fundamental o acompanhamento da cobertura promovida por profissionais de órgãos da imprensa brasileira e estrangeira.

Por conta deste destaque, existe a possibilidade da categoria profissional sofrer ataques e ações violentas, já que as disputas políticas no pleito deste ano estão extremamente polarizadas.

Fonte: Com informações do MPPA