Tá na Ita, tá legal!

Motivado por ciúmes homem atira seis vezes contra a esposa

A Polícia Civil de Curionópolis, distante cerca de 130 quilômetros de Marabá no sudeste paraense, continua à procura de um homem, acusado de matar a própria esposa na noite do último domingo (5). A suspeita é de mais um feminicídio, que apesar de os números terem reduzido, continuam a acontecer nas regiões sul e sudeste do Pará.

Segundo informações da Polícia, era por volta das 23h10 da noite de domingo, quando Ramiro Vieira, de 31 anos, e Clemilda Lopes dos Prazeres, de 34, estavam em um bar localizado na Praça da Juventude. De repente, uma discussão acalorada por conta de ciúmes do acusado começou, resultando em Ramiro sacar uma arma, e disparar três vezes contra sua própria companheira.

A vítima, mesmo ferida, ainda tentou se levantar, mas quando Ramiro percebeu que ela ainda estava viva, retornou e atirou mais três vezes contra Clemilda, que não resistiu e morreu no local. Após isso, o suspeito fugiu.

A Polícia Militar foi acionada e fez buscas pelas ruas da cidade na tentativa de localizar o suspeito, mas não conseguiram.

As testemunhas que presenciaram toda a situação não souberam informar às autoridades para onde o Ramiro teria ido. A Polícia Militar foi acionada e fez buscas pelas ruas da cidade na tentativa de localizar o suspeito, mas não o encontraram.

A Polícia Científica removeu o corpo de Clemilda Lopes e o encaminhou para o IML. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. Em nota, a PC informou que equipes da Delegacia de Curionópolis trabalham para localizar o suspeito do feminicídio.