Tá na Ita, tá legal!

Ministro da saúde afirma não ser obrigatório a vacinação contra Covid-19 em crianças

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que o governo federal recomendará a autorização da vacinação contra a covid-19 de crianças de 5 à 11 anos de idade com a vacina da Pfizer, desde que haja prescrição médica para tomar o imunizante. Em entrevista coletiva concedida no Ministério da Saúde, Queiroga disse que o governo colocará um documento à disposição para consulta pública. Afirmou ainda esperar que a vacinação para as crianças ocorra em breve.
A autorização deve sair a partir de 5 de janeiro, após o final da consulta pública cujo início estava previsto para hoje — mas não chegou a ser colocada no ar. O documento que vai ao ar é um documento que recomenda o uso das vacinas da Pfizer nessa versão aprovada pela Anvisa.
“A recomendação nossa é que essa vacina não seja aplicada de forma compulsória, ou seja, depende da vontade dos pais. Os pais são livres para levar seus filhos para receber essa vacina. Essa vacina estará vinculada à prescrição médica, e a recomendação obedece todas as orientações da Anvisa, afirmou Queiroga”.