Tá na Ita, tá legal!

Homem espancado após ser vítima de fake news tem morte encefálica

A agressão ocorreu em Vicente de Carvalho, na última quarta-feira (3). A Polícia Militar informou ter sido acionada para atender uma ocorrência em que um homem era agredido com pedras e um pedaço de madeira.

Osil estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo o HSA, após a confirmação da morte encefálica, existem procedimentos a serem feitos caso o paciente seja doador de órgãos. A família da vítima recebe acompanhamento psicológico por um profissional do hospital.

Entenda o caso

A agressão ocorreu, na última quarta-feira (3), entre a Rua Tambaú e a Avenida Oswaldo Cruz, em Vicente de Carvalho. Um motorista de um carro fez um vídeo e flagrou o momento da agressão. As imagens mostram o homem de camiseta vermelha sentado no meio da rua e rodeado por três moradores. Um deles, de camiseta branca e boné, bate com um capacete na cabeça do homem.

Na sequência, outro agressor dá um tapa na nuca dele. O mesmo homem puxa a vítima pela camiseta e a joga próximo à guia. Assim que o homem cai sentado, ele é agredido mais uma vez na cabeça com um pedaço de madeira e cai desacordado no asfalto.

Enquanto registrava a violência, o autor do vídeo afirma: “Não está bom para ladrão de moto, não. Ladrão de moto está se lascando”. A reportagem não conseguiu localizar o autor do vídeo, que está circulando nas redes sociais.

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem agredido foi levado para o Hospital Santo Amaro com ferimentos graves na cabeça. Ainda não há informações sobre os agressores.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que a Polícia Civil investiga o caso de agressão ocorrido no bairro Pae-Cará, em Guarujá. Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência e, no local, encontraram um homem no chão, com ferimentos na cabeça. Foram requisitados exames pericias ao IC e o caso foi registrado como lesão corporal no 2º DP de Guarujá.

Espancamentos por Fake News

Além da data, os dois casos tiveram ainda mais em comum. Ambos foram vítimas de desinformação. No caso de Fabiane, foi comprovado que ela era inocente e que nunca havia cometido um crime. Já na história desta semana, o dono do veículo que teria sido roubado disse que havia emprestado a moto e que o agredido era ‘trabalhador’.

A história de Fabiane, inclusive, inspirou a novela ‘Travessia’, no ar no horário nobre da Rede Globo. Na época, o caso tomou grande repercussão nacional e acabou chamando a atenção da autora Glória Perez.

Fonte: G1 SP