Tá na Ita, tá legal!

Helder está a caminho de Altamira, depois de noite sangrenta onde cinco pessoas foram assassinadas a tiros

Ao todo, 08 pessoas teriam sido alvejadas. Três delas morreram no local e outras cinco foram socorridas

Cinco pessoas que estavam em uma distribuidora, no bairro São Francisco, em Altamira, no sudoeste do Pará, foram assassinadas na noite de sábado, dia 14 de maio. Elas foram atingidas a tiros, por dois homens desconhecidos, que chegaram no estabelecimento por volta das 23 horas e fizeram vários disparos de arma de fogo.
Ao todo, 08 pessoas teriam sido alvejadas. Três delas morreram no local e outras cinco foram socorridas. Três delas para o Hospital Regional da Transamazônica em estado grave, e outras duas para pessoas que foram atingidas nas pernas foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Durante a madrugadas, duas das pessoas que foram levadas para o Hospital Regional evoluíram a óbito, totalizando até o momento cinco mortes. As outras continuam internadas.
As vítimas foram identificadas como: Alcides, Nila, Diego, Melque e Jhon. Quatro das que foram mortas eram parentes.
A cidade de Altamira, com pouco mais de 120 mil habitantes, registrou nos últimos cinco dias, 10 homicídios. Todos com características de execução. Só neste sábado foram seis mortes violentas. Nas redes sociais as pessoas já atribuem Altamira, novamente, como a cidade mais violenta do Brasil.
Devido ao aumento da violência em Altamira, o governador Helder Barbalho e a cúpula de segurança do estado do Pará, chegaram neste domingo (15) ao município, para se reunir com as autoridades locais e traçar novas estratégias de segurança no Município.
Fonte: A Voz do Xingu