Tá na Ita, tá legal!

Família morre em grave acidente, na PA-411

 

Quatro pessoas de uma mesma família morreram em um acidente de trânsito na PA-411, entre Santana do Araguaia e o distrito de Barreira dos Campos, no sul do Pará. As vítimas são Wanderson Mineiro dos Santos, Fernanda Silva Dos Santos (esposa de Wanderson e que estava grávida), Wanderson Junior Mineiro da Silva (filho de 5 anos do casal) e Ayra Fernanda Mineiro da Silva (filha de 4 meses). O caso ocorreu na noite de sábado (14). Nesta quarta-feira (18), familiares e amigos seguem cobrando justiça.

Pelos levantamentos da Polícia Civil, o acidente ocorreu entre 21h30 e 22h. A família estava de carro, pela PA-411, rumo a Barreira dos Campos. O veículo foi atingido por uma caminhonete, que estaria sendo conduzido, segundo relatos de testemunhas, pelo engenheiro agrônomo Pedro Barros.

O engenheiro é o principal suspeito das autoridades de ter causado o acidente. Ele deu entrada no Hospital Municipal São Francisco de Assis, em Santana do Araguaia. No entanto, mesmo com a presença de policiais no local, ele teria fugido de lá.

“O rapaz que dirigia a caminhonete trabalha numa fazenda muito rica de Santana do Araguaia. Soubemos por terceiros que, supostamente, ele teria saído de uma festa naquela noite. Então ele poderia estar alcoolizado”, relata uma familiar de Wanderson, que não quis se identificar.

“Nós perguntamos como ele fugiu do hospital, mesmo com a polícia no local, e por que vários veículos de comunicação da cidade se calaram. Nesta quinta-feira (19) teremos uma audiência na Delegacia de Polícia Civil. O Pedro compareceu na segunda-feira (16), acompanhado do advogado dele”, declarou.

A violência da colisão impediu que Wanderson e a família dele fossem socorridos. Todos morreram na hora. O estado das crianças impossibilitou um funeral digno.

Por nota ao portal Fato Regional, a Polícia Civil informou que “o caso é investigado pela delegacia de Santana do Araguaia. O motorista sobrevivente já foi identificado e as investigações estão em andamento para apurar se o condutor teve alguma responsabilidade no acidente”.

 

Fonte: DOL