Tá na Ita, tá legal!

Em um ano, taxa de desemprego cai 22% no Pará

Foto: Reprodução

Mais de 100 mil paraenses saíram do desemprego nos últimos 12 meses, aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) divulgada ontem (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados mostram que a taxa de desocupação no terceiro trimestre de 2022 caiu 22,3% em relação ao mesmo período de 2021.

Dessa forma, o Pará saiu de 475 mil pessoas desempregadas para 369 mil. O número ainda é alto, porém, o titular da Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) Inocêncio Gasparim acredita que seja possível fechar o ano de 2022 com números melhores.

“A redução do desemprego é resultado de investimentos públicos com incentivos à atração de novos investimentos privados e atividade industrial no Pará que tem gerado aumento no número de vagas, tanto no mercado formal, quanto no mercado informal. A expectativa é que o cenário melhore com as chegadas das festas do final de ano e assim, possamos chegar em janeiro com um balanço positivo de geração de emprego”, avalia Gasparim.

Entre junho e setembro deste ano, foram registradas 271 mil novos empregados no Estado, um crescimento de quase 8%, totalizando 3,8 milhões de trabalhadores ocupados. Destes, cerca de 58,2% estão na condição de empregado com carteira assinada; 31,7% trabalham por conta própria; 5,1% se identificam como trabalhador familiar auxiliar; e 4% são empregadores.

Portanto, a taxa de desocupação apresentou recuo de 0,3% na taxa de desocupação, fechando o período com 8,8% da população paraense desempregada. O índice é inferior ao registrado no segundo trimestre, que foi 9,1%.

Fonte: O Liberal