Tá na Ita, tá legal!

Em Santarém, acusado de matar jovem com espeto de churrasco é condenando a mais de 24 anos

O acusado de matar um jovem a pauladas e espeto de churrasco em Santarém, no oeste do Pará, foi condenado em sessão de júri popular realizada na terça-feira (10) a uma pena de 24 anos e 3 meses de reclusão. O julgamento ocorreu na terça-feira (11).

O réu foi considerado culpado por homicídio qualificado e corrupção de menores, sendo indeferido o direito de recorrer em liberdade, o que resultará em sua permanência na prisão. O Ministério Público (MP) apresentou a denúncia detalhando o trágico crime ocorrido em abril de 2022.

De acordo com a denúncia do MP, envolveu uma série de eventos trágicos. A vítima, que se encontrava em uma casa noturna naquela noite, teria se desentendido com membros de uma facção criminosa. Foi atraída para fora do estabelecimento e, na rua, foi brutalmente espancada com pauladas e sofreu perfurações no rosto com espetos de churrasco. O crime foi cometido por Raynan Chaves em conjunto com quatro menores de idade.

Durante o julgamento, oito testemunhas foram ouvidas, sendo um dos depoentes José de Sousa Oliveira, que na época do crime tinha 17 anos e 11 meses de idade. Atualmente, José cumpre pena no presídio por outro crime, enquanto os demais envolvidos no caso ainda se encontram na Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa).

Por ser o único maior de idade na época do crime, a promotoria solicitou a condenação do Raynan por coautoria e homicídio qualificado.

Fonte:G1