Tá na Ita, tá legal!

Curiosidade: 3 de julho foi o dia mais quente da história

Foto: Reprodução

Segunda-feira, 3 de julho, foi o dia mais quente já registrado globalmente, de acordo com dados dos Centros Nacionais de Previsão Ambiental dos EUA.

A temperatura média global atingiu 17,01 graus Celsius (62,62 Fahrenheit), superando o recorde de agosto de 2016 de 16,92 °C (62,46 °F), à medida que as ondas de calor chiavam em todo o mundo.

sul dos EUA . vem sofrendo sob uma intensa cúpula de calor nas últimas semanas. Na China, uma onda de calor duradoura continuou, com temperaturas acima de 35C (95F). O norte da África registrou temperaturas próximas a 50C (122F).

E mesmo a Antártica, atualmente em seu inverno, registrou temperaturas anormalmente altas. A Base de Pesquisa Vernadsky da Ucrânia, nas ilhas argentinas do continente branco, quebrou recentemente seu recorde de temperatura em julho com 8,7°C (47,6°F).

“Este não é um marco que deveríamos comemorar”, disse o cientista climático Friederike Otto, do Instituto Grantham para Mudanças Climáticas e Meio Ambiente do Imperial College London, na Grã-Bretanha.

“É uma sentença de morte para pessoas e ecossistemas.”

Os cientistas disseram que a culpa é das mudanças climáticas, combinadas com um padrão emergente de El Nino.

“Infelizmente, promete ser apenas o primeiro de uma série de novos recordes estabelecidos este ano, à medida que as emissões crescentes de [dióxido de carbono] e gases de efeito estufa, juntamente com um crescente evento El Nino, levam as temperaturas a novos recordes”, disse Zeke Hausfather, pesquisador cientista da Berkeley Earth, em um comunicado.

Fonte: Reuters