Tá na Ita, tá legal!

Criminoso usa perfil falso de delegado para aplicar golpes em vendas de veículos em Santarém

Foto: Reprodução

Os criminosos estão cada dia mais audaciosos e utilizam de todos os métodos possíveis para atrair suas vítimas. É frequente a denúncia de pessoas comuns e até mesmo de influenciadores que tiveram suas contas nas redes sociais hackeadas ou apenas  tiveram sua imagem e nome sendo usado indevidamente para a prática de crimes.

Em Santarém não é diferente. Nos últimos dias a nossa equipe de reportagem recebeu diversos prints de uma negociação envolvendo o perfil de um golpista se passando pelo Delegado e Superintendente de Polícia Civil do Médio e Baixo Amazonas, Jardel Guimarães, e uma vítima.

Com alguns erros ortográficos grotescos que foram corrigidos nesta reportagem, o criminoso realizou a seguinte postagem no facebook, com intuito de buscar ‘presas’ fáceis.

“Olá meu povo de Santarém e demais municípios, eu, Jardel Guimarães, venho através desse comunicado informar a todos que a Polícia Civil e o Departamento Estadual de Trânsito estão com uma promoção de arrematação de motos pertencentes a bancos que foram apresentados por falta de quitação, documentos atrasados, emplacamento e regulamentação. Veículos bons com preço de 60% de desconto. Trabalhamos com valor em entrada e parcelamento, fale comigo para mais informações. Obrigada pela atenção de todos, uma ótima semana”, destaca a publicação.

Além dessa publicação com texto e várias fotos de motocicletas, tivemos acesso a ‘prints’, onde havia uma negociação do golpista com uma vítima. No bate-papo, o criminoso inicialmente menciona sobre um cadastro que a interessada pela motocicleta precisa realizar. Em seguida, ela ofertaria um lance como pagamento de entrada e o restante do valor poderia ser parcelado.

Durante a negociação, a vítima pergunta quando o veículo será entregue e o criminoso alega em um tom de convencimento, que a documentação ficará pronta em até 24h, por conta das supostas demandas que possuem. Desconfiada, a vítima questiona se as vendas dos veículos possuem alguma relação com a VIP Leilões e prontamente ele responde:

“Não, os veículos não são relacionados com os veículos da VIP Leilões. Os veículos são apreendidos pela Polícia Civil, pelo Departamento Estadual de Trânsito. Não é vinculado com a empresa VIP Leilões não”, afirma por mensagem.

Por fim, o golpista destaca que foi solicitada a compra e após pagamento e  aprovação de um cadastro, a moto seria entregue com sua total responsabilidade.

Posicionamento

À nossa reportagem, o Delegado e Superintendente de Polícia Civil do Médio e Baixo Amazonas, Jardel Guimarães, informou que já está tomando providências e o perfil falso é investigado.

 

Fonte: O Impacto – colaborou Lorenna Morena