Tá na Ita, tá legal!

Artista do Pará expõe ilustrações sobre povos indígenas na CCXP: ‘Quebrar preconceito e dar visibilidade aos povos originários’

Sawe! conta a história de Guaçú, um jovem guerreiro do povo indígena Tucujú — Foto: Tom Gomes
Sawe! conta a história de Guaçú, um jovem guerreiro do povo indígena Tucujú — Foto: Tom Gomes

O ilustrador, quadrinista e pesquisador de cultura e história e língua indígena, o paraense Tom Gomes, está em lançamento do quadrinho “Sawe!” e apresentou o título na Comic Con Experience 2022 (CCXP), além de outros trabalhos.

“Sawe!” conta a história de Guaçú, um jovem guerreiro do povo indígena Tucujú, que vê seu corpo amaldiçoado durante o combate com um Yurupari, que põe em perigo o povo Tucujú. Sem solução para a maldição, a pajé sela o destino de Guaçú. Um mensageiro do povo Marajoara chega com um pedido de ajuda e diz estarem sendo atacados por monstros terríveis. Agora povos Tucujús e Marajoaras estão entrelaçados e conduzem a história em quadrinhos de Tom.

Para construir a narrativa de Sawe!, Tom Gomes trabalhou durante oito anos e meio ao lado de líderes indígenas  — Foto: Tom Gomes
Para construir a narrativa de Sawe!, Tom Gomes trabalhou durante oito anos e meio ao lado de líderes indígenas — Foto: Tom Gomes

Para construir a narrativa de “Sawe!”, o autor trabalhou durante oito anos e meio ao lado de líderes indígenas e pesquisadores, entre os quais destaca o líder indígena Kanynary e o arqueólogo Lúcio Leite.

“Através da minha arte mostro que os povos indígenas e comunidades tradicionais são essenciais para nossa sociedade. E é tão importante porque não e só valorizar a diversidade cultural de povos e territórios que temos no Brasil, mas é uma valorização dos direitos humanos. Uma das formas de quebrar esse preconceito com os povos originários é dar visibilidade e eu venho fazendo isso através das linguagens dos quadrinhos. Eu acredito muito na arte como caminho de mudança, ainda mais nesse momento que o país vive, de retomada, e a arte grita representatividade”.

 

“Sawe!” está sendo lançado na Europa através de uma das principais editoras de quadrinhos do Reino Unido, e no Brasil, por meio de financiamento coletivo.

Fonte: G1