Tá na Ita, tá legal!

Árbitros do Pará vão passar por curso para trabalhar com o VAR no Parazão 2023; saiba mais

Divulgação/FPF

Com a confirmação por parte da Federação Paraense de Futebol (FPF) que terá VAR nas fases finais no Campeonato Paraense 2023, o quadro estadual de arbitragem vai passar por um curso de capacitação para entender como funciona a ferramenta e assim poder utilizar durante a competição no próximo ano.

“Já fizemos várias reuniões com a CBF. Já estamos trabalhando na questão da capacitação do nosso pessoal (árbitros), porque você tem que ter uma capacitação tanto para atuar na cabine do VAR como no campo, porque o árbitro tem que saber como apitar com o VAR. É a nossa intenção aplicar (o vídeo) nas fases finais (do Campeonato Paraense 2023). O melhor dos mundos será nas quartas de finais, semifinal e final do campeonato, mas não sendo possível, pelo menos na semifinal e final”, disse.

Além disso, Ricardo Gluck Paul contou que a FPF está trabalhando em conjunto para recuperar o escudo FIFA para os profissionais de arbitragem do Estado. Hoje, somente a árbitra assistente Barbara Loiola integra o quadro da FIFA. Antes dela, Dewson Fernando Freitas, hoje árbitro do quadro Máster da FPF, era quem ostentava o escudo da FIFA no Pará.

“A Federação tem um time. É o time da arbitragem. É o time da Federação que entra em campo em todos os jogos. Precisa fazer um bom trabalho, precisa resgatar o escudo FIFA, precisa ter mais pessoas nossas apitando Brasil afora. Isso se dá com planejamento. Formamos agora 42 novos árbitros. Estamos avaliando os árbitros atuais, olhando idade, olhando índice e fortalecendo os treinamentos para que possamos ter uma arbitragem de alto nível no menor curto espaço de tempo possível. Claro que você não consegue fazer uma revolução de arbitragem em cinco, seis meses. Mas em um ano, dois anos ou três anos. Já desenhamos com o Fernando Sérgio Castro, o nosso presidente da Comissão de Arbitragem do Pará, um planejamento para recuperar (o escudo) FIFA, com os árbitros apitando Série A, Série B e ter cada mais uma evolução no Pará”, finalizou.