Tá na Ita, tá legal!

Aluno esfaqueia colega em escola de Belém

Foto: Reprodução

Um aluno foi esfaqueado dentro de uma sala de aula na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professora Palmira Gabriel, localizada na avenida Augusto Montenegro, bairro do Tenoné, em Belém, na tarde desta quinta-feira, 30.

Segundo uma testemunha e áudios de colegas que viralizaram nas redes sociais, a vítima teria jogado “bolinhas de papel” e “zoava” um colega de classe, que revidou a agressão deferindo-lhe três facadas.

Equipes da Polícia Militar foram acionadas ao local para averiguar a situação e apreender a mochila do suspeito que continha duas facas e uma machadinha. O agressor, um aluno de 17 anos, foi apreendido e encaminhado para a Divisão de Atendimento ao Adolescente da Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

Um vendedor ambulante que trabalha no lado externo do colégio foi quem desarmou o adolescente até a chegada da Polícia Militar. A vítima foi socorrida através do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência 192 e levada para o Hospital Geral de Belém.

O Comando Militar do Norte informou que prestou os primeiros atendimentos ao aluno no Hospital Geral de Belém, uma vez que o jovem é dependente de militar. Logo após estabilização do quadro, o paciente foi encaminhado ao Hospital Saúde da Mulher. O comando informou ainda que, tão logo teve ciência do fato, prestou assistência psicológica ao militar e à família.

Uma colega que estava próxima do episódio disse que os ferimentos atingiram o rosto, a mão e o abdômen do estudante, cujas aulas na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professora Palmira Gabriel foram suspensas.

Professores e colegas do aluno agressor foram unânimes em afirmar que o mesmo tinha um bom comportamento em que pese ter passado por alguns problemas familiares.

Ninguém conseguiu explicar como ele levava para sala de aula a mochila com facas, canivetes, estiletes e até uma machadinha. No momento do ataque houve um princípio de pânico entre os alunos quando perceberam rastros de sangue na escola.

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação do Pará lamentou o episódio ocorrido na escola. O órgão ainda confirmou que o estudante foi socorrido pela direção da instituição, que acionou a ambulância do Samu e encaminhado para o Hospital Geral de Belém e que está acompanhando o estado de saúde do adolescente.

Armas apreendidas com o aluno acusado de agressão. Foto: Divulgação

A Secretaria reforça, ainda, que repudia o acontecimento e está dando suporte total à escola e equipe escolar, ao aluno e familiares. Policiais civis estiveram no local ouvindo relatos do fato enquanto a Polícia Militar manteve viaturas dando suporte na ocorrência.

O governador Helder Barbalho, acompanhado do secretário de Segurança Pública do Estado, Ualame Machado, estiveram no início da noite na escola Palmira Gabriel conversando com funcionários da escola.

 

Outros casos

Uma ameaça de ataques à Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Nossa Senhora Aparecida, localizada na travessa Clementino de Assis, em Santarém, na região Oeste de Pará, foi registrada nesta quarta-feira (29). A Secretaria de Estado de Educação confirmou o caso e informou que “presta total assistência à unidade”.

Também nesta quarta-feira (29), uma escola particular do Tapanã, em Belém, também foi alvo de uma ameaça de atentado. O caso segue em investigação pela Polícia Civil depois que a direção da escola teria percebido mensagens em redes sociais detalhando o plano de ataque.

 

Fonte: Diário do Pará