Tá na Ita, tá legal!

Acusados de matar e concretar professora em Belém são condenados a mais de 20 anos de prisão

A vitima, Maria Mendonça dos Santos, 72 anos. Foto: Reprodução

A justiça do Pará condenou a mais de 20 anos de prisão Jessyca Aniele de Araújo Silva, de 28 anos, e Ronildo Santos Carneiro, de 20 anos, acusados de matar e concretar a professora aposentada Maria Mendonça dos Santos, 72 anos, em agosto de 2022, em Belém. Ela foi encontrada enterrada no jardim que fica no quintal da casa, localizada na passagem Honorato Figueira, no bairro de Fátima.

Após quase um ano de investigação, a justiça do Pará inocentou, na tarde de quarta-feira, 12, Luiz Reginaldo Santos Mendonça, de 45 anos, pela morte da própria tia, no entanto, a mulher do sobrinho, Jessyca Aniele de Araújo Silva, foi condenada a 26 anos de prisão. Ela teria cometido o crime para que o marido ficasse com a herança da idosa, sem ele saber.

Ronildo Santos Carneiro, foi condenado a 21 anos de prisão, ele teria sido convidado por Jessyca a participar do crime. Os dois vão responder por ocultação de cadáver e latrocínio.

Segundo a Polícia Civil (PC), o caso apresentava características de latrocínio, uma vez que vários objetos de valor da vítima, como televisão e som, entre outros pertences sumiram.

Fonte: Roma News